Sexta-feira, 2 de Março de 2007

Tema Livre

Aqui estamos...
Como o tema é livre, decidimos falar sobre:

 "A Lua de Joana" e suas personagens

 Informação sobre as várias drogas e os perigos associados a elas.

Vamos ao trabalho!


A Lua de Joana - Personagens


O livro "A Lua de Joana" desenrola-se à volta de três nomes principais:


. A Joana - É uma jovem da alta sociedade, que vive com os pais, irmão e avó. Passa grande parte do tempo na sua lua que lhe foi oferecida no seu aniversário. Os pais estão demasiado ocupados com as suas próprias vidas, os seus trabalhos e relegam para segundo plano as necessidades dos filhos. Joana tem um irmão, a quem chama Pré-histórico e posteriormente de traumatizado. A avó Ju é a única que se preocupa com ela. Segundo Joana, é de resto a pessoa mais ponderada na casa. Joana perdeu a sua melhor amiga, a Marta e irá acabar por perder também a sua avó. As duas pessoas de quem mais gosta.
 

. A Marta - É uma jovem, que não aparecendo directamente no livro, faz parte integral da história, pois todas as cartas escritas por Joana, estão dirigidas a "Querida Marta". A Marta envolveu-se com um grupo de amigos "punks" e acabou por morreu de overdose.
 

. O Diogo - É um jovem rebelde, devido à morte estúpida da sua irmã. Joana faz várias tentativas para se aproximar dele, pois ele é a sua paixão desde menina, mas todas em vão. Diogo sabe bem os perigos da droga, no entanto acha que é forte, que consegue controlar o seu corpo e que não irá ficar viciado.
 

Se dúvidas existem, «A Lua De Joana», vem esclarecer de um modo por vezes doloroso: a droga vicia, a droga mata!

 

Porque a droga existe...

Conheça mais e envolva-se menos!


Droga são todas as substâncias, naturais ou sintéticas que modificam as funções do organismo.
Drogas naturais - são obtidas através de determinadas plantas, de animais e de alguns minerais. Temos por exemplo a cafeína (do café), a nicotina (presente no tabaco), o ópio (na papoula) e o THC tetrahidrocanabiol (da cannabis).
Drogas sintéticas - são fabricadas em laboratório, exigindo para isso técnicas especiais.
O termo "droga", tem várias interpretações, mas entende-se como sendo uma substância proibida, de uso ilegal e nocivo ao indivíduo, modificando-lhe as funções, as sensações, o humor e o comportamento.

Informação sobre algumas drogas:


. Álcool - O nome químico do álcool é etanol e a sua comercialização e consumo são legais. O álcool é a droga mais conhecida e aceite socialmente.

 

 

. Tabaco - É extraído da planta Nicotiana Tabacum e é uma substância estimulante. Pode ser encontrado em forma de charuto, cigarro (com ou sem filtro), cachimbo, rapé e tabaco de mascar. Normalmente é fumado, mas pode também ser inalado ou mastigado. Tem uma acção estimulante. A combustão do tabaco produz inúmeras substâncias, tais como: nicotina, substâncias irritantes, alcatrão ou outros agentes cancerígenos e monóxido de carbono.

. Canabinóides - A cannabis, a mais popular das drogas ilegais, pode ser conhecida por diferentes nomes de rua como charro, chamon, liamba, erva, chocolate, tablete, taco, curro, ganza, hax, hash, maconha, óleo (óleo de haxixe), boi ou cânhamo. Existem três formas de preparação: "marijuana ou erva", "haxixe" e "óleo de cannabis ou óleo de haxixe". Doses elevados podem provocar ansiedade, alucinações, ilusões e sensações de paranóia, resultando em sintomas de uma psicose tóxica.

. Cocaína - Deriva da folha do arbusto da coca (Erytbroxylon Coca), do qual existem variedades como a boliviana (huanaco), a colombiana (novagranatense) ou a peruana (trujilense). Esta substância possui propriedades estimulantes e é comercializada sob a forma de um pó branco cristalino, inodor, de sabor amargo e insolúvel na água, assumindo os nomes de rua de coca, branca, branquinha, gulosa, júlia, neve ou snow. O pó é conseguido mediante um processo de transformação das folhas da coca em pasta de cocaína e esta em cloridrato. 

 
 

. Crack - A base livre (freebase) e o crack (rock, pedra) são duas drogas estimulantes quimicamente iguais. Ambas são derivadas da coca, no entanto o seu processo de preparação difere: a base livre é conseguida mediante o aquecimento de uma mistura de cloridrato de cocaína com éter. Quando o aquecimento é feito com bicarbonato de sódio, amoníaco e água, o produto final será o "crack".
 

. Ecstasy - Chamada droga de recreio ou droga de desenho, o Ecstazy é uma droga de síntese pertencente à família das fenilaminas. Surge em forma de pastilhas, comprimidos, barras, cápsulas ou pó.

 

 

. Heroína - Esta substância é um opiáceo, sendo, por isso, produzida a partir da papoila (de onde é extraído o ópio), que é transformada em morfina e mais tarde em heroína.

. Morfina -  A morfina ou morfa (calão) é o principal elemento activo do ópio, sendo por isso, catalogada por opiáceo.
Esta substância existe em forma de pó branco, líquido, barra ou comprimidos e pode ser consumida por via oral, fumada ou injectada.

 
 

. Ópio - O ópio é composta por morfina, cocaína e heroína. É apresentado sob a forma de tubos pequenos (semelhantes a um cigarro sem filtro), pó ou pequenas bolinhas já preparadas para consumo.


Lê, informa-te... mas não uses!


Guia para Pais


Eis alguns conselhos úteis para poder conhecer melhor a problemática das drogas e da toxicodependência e desta forma compreender e ajudar melhor
os seus filhos.
Os pais não são os únicos intervenientes neste processo: a Escola, os amigos e as experiências individuais fazem parte do conjunto de factores que influenciam o crescimento. E todos devemos ajudar.

Como em muitos outros aspectos da vida, não há receitas válidas para todos os casos.
 

Seguem-se algumas perguntas que podem ajudar a reflectir sobre o papel dos pais e educadores no acompanhamento das dificuldades do crescimento dos seus filhos ou educandos:


Como saber se o meu filho se droga?
Os sinais podem ser variados, como mudanças de ritmos de vida e de humor, mentiras, grandes segredos em redor da sua vida, ... No entanto, existe um conjunto de sinais evidentes de consumo de drogas, como o aparecimento de agulhas e seringas, colheres ou facas queimadas, pratas de maços de tabaco ou papel de alumínio queimado. O melhor modo de se aperceber, é na verdade, ter uma relação próxima e de afectividade com o seu filho de forma a que possam conversar sobre o assunto.
 

 

Como evitar que o meu filho se drogue?
Não existem receitas. Fale com ele, dei-lhe apoio, saiba ouvi-lo. Ajude-o a crescer, crescendo com ele.
 

O que fazer se descobrir que o meu filho se droga?
É importante saber o que consome e há quanto tempo o faz. O importante é não dar pouca importância ao caso.
Confronte-o com os factos e procure apoiá-lo junto de um médico de família ou outro técnico especializado, nomeadamente num Centro de Atendimento a Toxicodependentes (CAT).

 

Se o meu filho se drogar, onde posso ter falhado?
Existem muitos motivos para as pessoas experimentarem a droga: curiosidade, o desejo de ser igual aos outros ou a busca de novas experiências. Algumas destas experiências correm mal e as pessoas ficam viciadas no que começou apenas por ser uma brincadeira.
Perante esta situação, não é uma boa atitude os pais pensarem que têm toda a culpa, devem sim, procurar ajuda de um profissional especializado para poder compreender melhor o seu filho e em conjunto encontrarem uma uma solução para os problemas.
 


Guia para Professores

A escola, como espaço institucional, deverá cumprir um papel contentor em relação a comportamentos de risco. Há um conjunto de situações que podem acontecer nas escolas e que requerem alguma reflexão. Seguem-se algumas ideias:
 

Se suspeitar que um aluno se droga, o que devo fazer?
Ficar atento aos comportamentos dos alunos e tentar estabelecer um laço de confiança afim de confirmar a suspeita para perceber se ele precisa de ajuda. Se a suspeita se confirmar, deverá tentar perceber se se trata de um caso de uso ou abuso. E, se o aluno precisar de ajuda, deverá analisar quais as pessoas a envolver no processo.
 

O que posso fazer para contribuir para que os meus alunos não venham a consumir drogas?
Estabelecer uma boa relação com eles, ajudando-os a crescer, a cultivar o sentido crítico e a responsabilidade, reflectir com eles sobre os significados dos consumos de drogas e as suas implicações.
Porque não elaborar um trabalho que passa por difundir um conjunto de conhecimentos específicos no domínio da toxicodependência, que lhes poderão ser úteis para as suas tomadas de decisão futuras. Um outro aspecto passa pela implementação de programas específicos de prevenção dirigidos aos alunos e mesmo ao resto da comunidade escolar, eventualmente com recurso a profissionais de saúde locais. 

Fontes:

IDT – Instituto da Droga e da Toxicodependência! Acedido a 2, Março, 2007
http://www.idt.pt/id.asp?id=p9p25
http://www.idt.pt/id.asp?id=p9p27
 
Psicologia.com.pt - O Portal dos Psicólogos! Acedido a 2, Março, 2007
http://www.psicologia.com.pt/instrumentos/drogas/

Wikipédia - A Enciclopédia livre! Acedido a 2, Março, 2007
http://pt.wikipedia.org/wiki/Droga
sentimo-nos: Vamos sentir saudades disto!
publicado por evo às 02:15
link do post | comentar | ver comentários (12) | favorito
Sexta-feira, 23 de Fevereiro de 2007

Reportagem

 

         

Sapo Challenge

 

Sexta, 23 Fev. '07


Maria Teresa Maia Gonzalez

Uma das melhores autoras de Portugal

 


Maria Teresa Maia Gonzalez nasceu na cidade de Coimbra decorria o ano de 1958. E aí viveu durante a sua infância.

O seu pai era um grande contador de histórias.
 

 

O seu primeiro livro, escrito em parceria com Maria do Rosário Pedreira, obteve o primeiro lugar num concurso literário a nível nacional da Verbo, em 1989.
Chamava-se Clube das Chaves. Segundo a autora, a ideia surgiu ao pensar no amigo Pedro e das suas chaves sem fechadura.

 

A menina não sonhava em ser escritora, mas depressa aprendeu a ler e a escrever.
E assim, começou o sonho pela escrita...

Licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas, variante de Estudos Franceses e Ingleses, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

De 1982 a 1997, foi professora do ensino de Língua Portuguesa no ensino oficial e particular. Quinze anos de experiências e vivências com jovens, que ajudaram a enriquecer os seus livros.

 


Seguiram-se muitas outras obras. Foi, no entanto, com "A Lua de Joana" que viu o seu mérito ser reconhecido.

A obra "A Lua de Joana" foi o seu maior sucessoe editorial, também traduzido  para albanês, alemão, búlgaro, chinês e espanhol.
A Lua de Joana é um livro encantador... Talvez porque retrata vivamente a história da maioria dos adolescentes de hoje em dia...

O seu vasto currículo e o seu elevado sucesso, deve-se às inúmeras obras escritas para jovens.

Uma das melhores autores de Portugal!

     
   

       

   Necessitas do Flash player para visualizar. Faz o Dowlnoad aqui!

Fontes:

Flash original da equipa Evo

Editorial Verbo! Acedido a 23, Fevereiro, 2007
http://www.editorialverbo.pt/lista_autor.asp?s=86&ctd=244

Difel On-line! Acedido a 23, Fevereiro, 2007
http://www.difel.pt/catalog/index.php?manufacturers_id=82

sentimo-nos: Atentos às novidades!
publicado por evo às 13:36
link do post | comentar | favorito
Sábado, 17 de Fevereiro de 2007

Entrevista com Maria Teresa Maia Gonzalez

 

Na eventualidade de alguma situação anómala, acompanha a entrevista por escrito.
Esta entrevista é inventada, pois não nos foi possível entrevistar a autora.

Entrevista com Maria Teresa Maia Gonzalez, uma das melhores escritoras de Portugal!

  Seja bem vinda, Maria Teresa. É uma honra tê-la aqui.

 É um prazer para mim também, desde já, obrigada pelo convite.

 Para começar, gostava de saber se sempre teve o sonho de ser escritora?

 Durante a minha infância e adolescência era uma ousadia sonhar. As mulheres estavam destinadas às tarefas domésticas. Esse objectivo nunca me passou pela cabeça, apesar de o de ser escritora também não.

 Existe alguma verdadeira fonte de inspiração?

 Existe! A minha resume-se à minha vida e às minhas experiências.

 Sente-se realizada sendo escritora?

 Sem dúvida! A minha felicidade não passou pelo "comum" grande amor. Contudo, há anos que vivo apaixonada por escrever.

 De todos os seus livros, tem algum preferido?

 São todos importantes, senão não teria continuado a escrever. Contudo, a Lua de Joana foi aquele que mais me tocou, talvez por ter transmitido uma ideia tão forte que chegou a tanta gente.

 Como é que decidiu publicar o seu primeiro livro? Qual foi e onde foi buscar inspiração para o escrever?

 O meu primeiro livro foi escrito para um concurso literário a nível nacional, da Verbo, em 1989, no qual venci o primeiro lugar. Este foi escrito, em parceria, com Maria do Rosário Pereira e denominou-se "Clube das Chaves". Pensei numa chave para resolver o problema e lembrei-me do meu amigo Pedro e das suas chaves.
A título de curiosidade , esta história é verdadeira, pois em pequena tive um amigo, de nome Pedro, que tinha realmente uma série de chaves e sempre achou interessante e enigmático as chaves sem fechadura. Quando surgiu a proposta para o concurso comecei desde logo a trabalhar a história.

 Sente-se influenciada por algum escritor em especial?

  Nicholas Sparks, o melhor de todos!

 Acha que os jovens portugueses lêem o suficiente? E no seu entender, são merecedores do seu trabalho?

 Claro que são merecedores do meu trabalho. Quando me perguntam se os jovens de hoje lêem muito, respondo sempre que é muito relativo. Existem alguns que que lêem e outros que se calhar nunca leram um livro, mas de um modo geral, não vejo o cenário assim tão negro como muita gente o pinta.

 Podemos dizer que o poema "Pedra Filosofal" de António Gedeão influenciou a sua obra "Lua de Joana". Quer comentar?

 Talvez tenha influenciado, uma vez que existem muitos jovens que se identificam com a Lua de Joana e que conseguem a partir deste exemplo, tirar um exemplo para a sua própria vida. Esta obra passou a ser de muitos Joões e de Joanas.
E como diz o poeta, é o sonho que comanda a vida, é com o sonho que o mundo pula e avança...

 Obrigada pela entrevista.

 Obrigada eu!


Fontes:
Filme original da equipa Evo

Blogs do Sapo - Acedido a 17, Fevereiro, 2007
http://lhocos.blogs.sapo.pt/566.html

http://quarto-crescente.blogs.sapo.pt/

sentimo-nos: É Carnaval!
publicado por evo às 11:39
link do post | comentar | ver comentários (7) | favorito
Quinta-feira, 8 de Fevereiro de 2007

A vida da autora

Maria Teresa Maia Gonzalez - a escritora...
Nasceu em Coimbra em 1958.

Licenciou-se em Línguas e Literaturas Modernas, na variante de Estudos Franceses e Ingleses, pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

Entre 1982 e 1997, Maria Teresa Gonzalez, foi professora de Língua Portuguesa, no Ensino Oficial e Particular.

Foi como escritora que realizou o seu grande sonho e, hoje em dia, já são vários os seus livros editados.
 
Uma vez que as suas obras são bem recebidas pelos jovens, começou recentemente a escrever a fantástica colecção de peças de teatro, intitulada "Um Palco na Escola", para serem representadas nas escolas por todo o país.
 
De entre as suas obras, referenciamos alguns exemplos:
 
Na Editorial Verbo: 
. A Lua de Joana - o seu maior sucesso editorial (também traduzido para albanês, alemão, búlgaro, chinês e espanhol)
. Recados da Mãe
. O Guarda da Praia
. Adivinhas com Bichos
. Ser Invulgar
. Bicho em Perigo
. Quase Adolescente
. Os Campistas
. A Rapariga Voadora
. O Amigo do Computador
. Os Herdeiros da Lua de Joana
. O Pedro e o Papa
. O Pai no Tecto
. A Fonte dos Segredos
. Gaspar & Mariana
 
Colecção «O Clube das Chaves» - escritos em parceria com Maria do Rosário Pedreira:
. O Clube das Chaves Agarra o Fantasma
. O Clube das Chaves Mergulha nos Oceanos
. O Clube das Chaves e os Animais Desaparecidos
. O Clube das Chaves Caça a Pantera
. O Clube das Chaves Regressa à República
. O Clube das Chaves Entre Barreiras
. O Clube das Chaves Preso por um Fio
. O Clube das Chaves Tira a Prova Real
. O Clube das Chaves e a Nova Ordem
. O Clube das Chaves Tem Carta Branca
. O Clube das Chaves no Trilho Dourado
. O Clube das Chaves na Crista das Ondas
. O Clube das Chaves Cumpre a Missão
. O Clube das Chaves Ganha Terreno
. O Clube das Chaves Sobe ao Pódium
. O Clube das Chaves Soma e Segue
. O Clube das Chaves Descobre uma Estrela
. O Clube das Chaves Põe Tudo a Pratos Limpos
. O Clube das Chaves Toca a 4 Mãos
. O Clube das Chaves Dá Tempo ao Tempo
. O Incendiário Misterioso
. Os Pés que Anunciam a Paz
 
Na Difel:
Colecção «Profissão: Adolescentes»:
. Dietas e Borbulhas
. O Géniozinho
. Ricardo, O Radical
. A Ana Passou-se
. Poeta (Às vezes)
. A Sara Mudou de Visual
. Pedro, Olhos de Águia
. O Tiago Está a Pensar
. Parabéns Rita
. Um Beijo no Pé
. A Viagem do Bruno
. O Álbum de Clara
. Alguém Sabe do João?
. Estrela à Chuva
. Noites no Sótão
. O Irmão de Joana
. Inês e o Ministro da Educação
. Em Casa do Vasco
. Tomás e Bianca
. Tão Cedo, Marta
. O Salvador
. O Ombro de Cláudia
. Raimundo
. Entre Irmãs
. David, Um Herói Entre Chamas
. A Família de Nazaré
 
Literatura Portuguesa:
. Contemplação da Coroa
. Retratos Imperfeitos
 
Difel Júnior:
. Histórias com Jesus
 

Fontes:
Livro "A Lua de Joana" de Maria Teresa Maia Gonzalez
Código: 190133
ISBN 972-22-1633-3

Wikipédia - A enciclopédia livre! Acedido a 9, Fevereiro, 2007
http://pt.wikipedia.org/wiki/Maria_Teresa_Maia_Gonzalez

Editorial Verbo! Acedido a 9, Fevereiro, 2007
http://www.editorialverbo.pt/lista_autor.asp?s=86&ctd=244

Difel On-line! Acedido a 9, Fevereiro, 2007
http://www.difel.pt/catalog/index.php?manufacturers_id=82
 

sentimo-nos: Com vontade de trabalhar
publicado por evo às 01:01
link do post | comentar | ver comentários (9) | favorito
Quarta-feira, 7 de Fevereiro de 2007

A nossa equipa

 

 

Olá! Bem vindo ao blog dos Evo !

Desde já queremos agradecer a todos os que fazem parte da organização por nos ter dado esta oportunidade.
Também queremos agradecer ao nosso Colégio.
Muito Obrigado!

Passemos então às apresentações:

Estudamos no Colégio do Sagrado Coração de Maria e andamos no 9.°Ano de Escolaridade.

Somos um grupo jovem e unido.

Adoramos desafios! É com eles que desenvolvemos as nossas capacidades, é com eles que evoluímos.

 

O nosso grupo é constituído por:
O Flávio (líder) -
9°C - Gosta de computadores e de música.
O Michael - 9°D - Gosta de computadores
O Renato - 9°D - Gosta de desporto
O Guillaume -
9D - Gosta de atletismo e de dormir.
O Armando - 9°D - Gosta de ver TV e de dormir.

O livro escolhido foi "A Lua de Joana" de Maria Teresa Maia Gonzalez.
A escolha deste livro deve-se ao facto de ele falar de um tema tão actual e de um grande problema para os jovens "A Droga".
Espero que te divirtas com o nosso blog e que também  aprofundes os teus conhecimentos.
Um abraço, Evo

  


 

Os nossos contactos...

Flávio (Líder)  - flaviopereira9c@sapo.pt
Michael - michaelgoncalves@sapo.pt
Renato - renatolopes9d@sapo.pt
Guillaume - guillaumeribeiro@sapo.pt
Armando - armandooliveira9d@sapo.pt
Clica aqui e dá-nos a tua opinião!

 

 

 

sentimo-nos: Na lua!
publicado por evo às 09:33
link do post | comentar | ver comentários (5) | favorito

Este Blog foi optimizado para o Microsoft Internet Explorer 6.

.mais sobre nós

.Pesquisa neste blog

 

.Março 2007

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9
10

11
12
13
14
15
16
17

18
19
20
21
22
23
24

25
26
27
28
29
30
31


.tags

. todas as tags

.links

blogs SAPO

.subscrever feeds